© 2009 InfoVINHO I Confraria Black Tie

Alemanha

A Alemanha é o país com vinhedos mais ao norte dentre o grupo da Europa Central, possuindo um clima frio que marca sua produção de vinhos com características próprias:

     Historicamente a Alemanha sempre produziu vinhos brancos, devido à melhor adaptação das uvas brancas ao seu verão curto que impede a maturação de uvas tintas, com exceção da Pinot Noir – localmente chamada Spätburgunder – e algumas outras, que amadurecem precocemente.

      Nos últimos 10 anos os produtores de algumas regiões vêm retomando a produção de tintos, que havia sido praticamente abandonada por várias décadas.

       Todas as regiões vinícolas alemães se baseiam, em maior ou menor extensão, em rios, e o Reno é o principal deles. Ele nasce na Suíça e tem vários afluentes importantes: Mozela, Nahe e Main. Grandes massas de água moderam os extremos da temperatura e, também, refletem a luz do sol sobre as vinhas.

 

            

       As vinícolas de Saale-Unstrut ficam em morros, seguindo o contorno dos dois rios que cortam a região. É lá que é produzido o vinho espumante mais famoso da antiga Alemanha comunista.

 

       Onde o Rio Saale faz uma grande curva em torno de Naumburg, antiga sede episcopal, e as águas do Unstrut se encontram com o Elba, está a região vinícola de Saale-Unstrut: um lugar idílico e muito verde, com seu antiquíssimo terreno em patamares, bosques e prados.

       Essa paisagem entre as cidades de Gera e Eisenach, entre a floresta da Turíngia e as montanhas do Harz possui uma dos mais antigas viniculturas da Alemanha: lá se produz vinho há mais de mil anos.

 

 Regiões Produtoras:

Ahr : É a única região alemã especializada em vinhos tintos (88%).

Baden : Produz brancos (57%), tintos e bons rosés, principalmente Spätburgunder/Pinot Noir, Grauburgunder/Pinot Gris e Weisser Burgunder/Pinot Blanc.

Franken :  82% dos vinhos da região de Franken são brancos e feitos com as uvas Müller-Thurgau, Silvaner e Bacchus. Utilizam tradicionalmente as pequenas garrafas redondas do tipo Bocksbeutel.

Hessische Bergstrasse : Esta pequena região tem seu nome originado em uma antiga rota romana de comércio, conhecida como Strata Montana, ou Estrada da Montanha.

Mittelrhein :  Pequena região, produtora 85% de brancos, principalmente Riesling.

Mosel-Saar-Ruwer :  Produção de 91% de brancos, principalmente Riesling.

Nahe :  Produz 74% de brancos, principalmente Riesling, Müller-Thurgau e Dornfelder.

Pfalz :  Segunda maior região produtora com 59% de brancos, principalmente Riesling, Dornfelder, Müller-Thurgau e Portugieser.

Rheingau :  Produz 84% de brancos, principalmente Riesling.

  Os vinhos dessa região usam garrafas de cor âmbar.

Rheinhessen :   É a maior região vinícola da Alemanha, produz 66% de brancos, principalmente Müller-Thurgau, Dornfelder, Riesling e Silvaner.

Saale-Unstrut :   Região vinícola da antiga Alemanha Oriental, incorporada após a unificação da Alemanha em 1989.

Sachsen :  Região vinícola da antiga Alemanha Oriental, incorporada após a unificação da Alemanha em 1989.

   Produz vinhos brancos, tintos e espumantes que são consumidos localmente.

 

Württenberg :  É a maior região produtora de vinho tinto, com 71% da área plantada com uvas tintas. A maioria de seus vinhos são consumidos localmente.

    Utiliza principalmente as uvas Trollinger, Riesling e Lemberger.

    Produz bons rosés, com destaque para o Weissherbst e o Schillerwein.

São categorias do vinho alemão:

 

"Qualitattswein bestimmter Anbaugebiete (QbA)" :  Vnho de qualidade de regiões designadas; os vinhos são vulgares;

 

"Qualitattswein mit Pradikat (QmP)" : Vinho de qualidade com atributos especiais; tem seis subcategorias:

1- "Kabinett", feito de uvas maduras, produz vinhos leves (podem ter apenas 7% de álcool);

2- "Spatlese", feito de uvas apanhadas tardiamente;

3- "Auslese", feito de cachos escolhidos de uvas apanhadas tardiamente; alguns com uvas afetadas por "botrytis" (secos ou doces);

4- "Beerenauslese", feito de uvas afetadas pela podridão nobre escolhidas individualmente (muito doce);

5- "Trockenbeerenauslese", feito de uvas enrugadas devido ao sobreamadurecimento (doces e raros);

6- "Eiswein", feito de uvas apanhadas e esmagadas enquanto congeladas;

 

"Qualitattswein garantierten Ursprungslage (qbU)" :  Vinho com 100% das uvas provenientes da área identificada no rótulo;

"Einzellage" :  Vinho de uma só vinha.

"Grosselage" :  Vinho de um grupo de vinhas.

"Anbaugebiet" :  Vinho de uma região vinícola.